O Núcleo de Vigilância Epidemiológica e Ambiental – NUVEPA realiza Campanha de Vacinação Antirrábica Animal para cães e gatos, no município de Guajará-Mirim.

Para realizar o trabalho de vacinação, a Nuvepa estará disponibilizando 18 postos de vacinação. A vacina é gratuita e o animal (cães e gatos) deve ser levado até o local de vacinação. Não haverá distribuição de vacina para levar.

A Nuvepa informa que os animais sejam levados por um adulto, pois os colaboradores que irão trabalhar na vacinação não tem prática de domínio a animais.

Não perca a data de vacinação, dia 21 de outubro. Procure o local mais próximo de sua residência.

Confira os Locais de Vacinação

1- Bairro Triangulo

Comunidade do Divino Espírito Santo

2- Bairro Cristo Rei

Capela Mortuária Cristo Rei

3- Bairro Tamandaré

Escola Municipal Almirante Tamandaré

Centro de Saúde Carlos Chagas

4- Bairro Centro

Escola Estadual Simon Bolivar

5- Bairro São José

Escola Estadual Rocha Leal

6- Bairro Santo Antonio

Escola Municipal Jesus Perez

7- Bairro Santa Luzia

Associação dos Idosos

Escola Municipal Irmã Hilda

8- Bairro Nossa Senhora de Fátima

Escola Municipal Cândida Maria M. Paula

9- Bairro Serraria

Posto de Saúde Sandoval Meira

10- Bairro 10 de Abril

Posto de Saúde Ir. Maria Agostinho

11- Bairro Liberdade

Associação dos Inativos

Associação dos Moradores do Bairro Liberdade

12- Bairro Caetano

Escola Municipal Saul Bennesby

13- Bairro Planalto

Posto de Saúde Francisca Eunice Maciel

14- Bairro Próspero

Escola Municipal José Carlos Nery

15- Bairro Jardim das Esmeraldas

CRAS – Centro Referência de Assistência Social

Sobre a doença

A raiva é uma doença grave causada por vírus do gênero Lyssavirus que ataca o sistema nervoso (cérebro, medula espinhal e nervos) dos mamíferos. O vírus é temporariamente eliminado principalmente pela saliva do animal doente e, geralmente, é transmitido quando o animal infectado morde, arranha profundamente ou lambe a pele lesionada de outro animal ou pessoa.

Os sintomas podem demorar a aparecer, mas quando o vírus atinge o sistema nervoso, o animal pode apresentar, de forma rápida e progressiva, mudança de comportamento como inquietação, andar sem rumo, agressividade e isolamento; cães e gatos apresentam “tiques” como se estivessem mordendo o ar; salivação abundante; dificuldades para engolir; fotofobia (aversão à luz); mudanças nos hábitos alimentares; e paralisia das patas traseiras.

A raiva é considerada uma zoonose, ou seja, uma doença que pode ser transmitida dos animais para o homem, a taxa de mortalidade da doença, que atinge apenas mamífero, é de quase 100%. Os principais transmissores são os animais silvestres, como morcegos, gambás e macacos, que contaminam cachorros, gatos e humanos de forma acidental.  O contágio ocorre por meio da troca de secreções, contato sanguíneo ou pela mordida do animal.

A adesão da população às campanhas anuais de vacinação contra raiva no municipio tem mantido Guajará-Mirim livre de transmissão do vírus da raiva em humanos e em cães e gatos.

Rádio Educadora/ Nurian Lavareda