Ao Vivo
 
 
Siga ao vivo

Esporte

Tem início amanhã o 5° Jogos Escolares da Pérola.

Tem início amanhã o 5° Jogos Escolares da Pérola.

O evento esportivo -JEP- é organizado pela Prefeitura Municipal de Guajará, através da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo, do seu Departamento de Esporte, e contará com a participação de 410 alunos nas modalidades de Queimada, Atletismo e Futebol 07.  O projeto visa fomentar a prática do esporte com fins educativos, possibilitando a identificação de talentos esportivos contribuindo para o desenvolvimento integral do aluno como ser social, democrático e participante. Os Jogos tiveram inscrições abertas para todas as escolas do município de Guajará-Mirim, das redes: Municipal, Estadual e Particular. E acontecerão no período de 20 a 24 de novembro, de manhã e à tarde no Estádio Municipal João Saldanha.  De acordo com a Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (Semcet), organizadora do evento, as disputas serão nos gêneros masculino e feminino e com faixa etária de 09 a 13 anos. Justamente por ser está faixa etária a menos contemplada com atividades esportivas nas Escolas. O evento tem o apoio da AFAG, AGAF e ACADEMIA GYM FITNESS. E o apoio institucional do Corpo de Bombeiros de Guajará. SEMCET
Atletas de Rondônia faturam três medalhas nos Jogos Escolares da Juventude, em Brasília

Atletas de Rondônia faturam três medalhas nos Jogos Escolares da Juventude, em Brasília

Ouro no judô e prata no vôlei de praia e na ginástica rítmica. Esse foi o melhor desempenho de pódio dos alunos-atletas rondonienses das modalidades individuais nos Jogos Escolares da Juventude para estudantes de 15 a 17 anos de todo país, em Brasília (DF). A competição segue até o dia 25 nas modalidades coletivas, que iniciam as disputas na terça-feira (21). A primeira medalha do Time Rondônia foi conquistada pela atleta Amanda Arraes, da escola estadual Clodoaldo Nunes de Almeida, de Cacoal. Ela venceu, no sábado (18), a paranaense Laura Soken na decisão da categoria até 44 quilos se tornando bicampeã nos Jogos Escolares. “Dedico o pódio ao sensei (técnico) Antônio Nunes”, disse a bicampeã, que também integra a seleção brasileira de judô e diz ter recebido convite para treinar em grandes clubes brasileiros. “Os convites são interessantes, mas por enquanto vou treinar em Rondônia mesmo”, declarou a judoca. A inédita medalha no vôlei de praia foi conquistada numa dura partida contra as atletas de Minas Gerais, uma das favoritas dos jogos em Brasília. “Jogamos bem o segundo set, mas não foi suficiente”, lamentou o técnico France Lima, destacando a qualidade técnica das adversárias, que são campeãs sul-americanas. A medalha de prata do vôlei de praia elevou a equipe feminina à primeira divisão na competição de 2018, segundo divulgação no boletim do Comitê Olímpico Brasileiro (COB). Estudantes da escola estadual Maria Arlete, de Vilhena, as medalhistas de prata no vôlei de praia Adrielle Cabral e Ana Cláudia Emerick permanecem na capital federal para integrar a equipe do voleibol, que este ano subiu para o grupo da segunda divisão da competição nacional. A ginasta Maria Eduarda Tavares das Neves, do colégio Conceitos, em Porto Velho, vem contribuindo para a ascensão do nível de participação de Rondônia nos jogos nacionais. No quarto ano de participação consecutiva, Eduarda ganhou a medalha de prata no aparelho maça. A atleta obteve a nota 9,300, enquanto a medalhista de ouro pontuou 12,500. “Eu fiquei muito nervosa na apresentação dos dois primeiros aparelhos, mas consegui recuperar a confiança e dei o me  u melhor no tapete”, disse Eduarda, que no aparelho arco ficou no quinto lugar (nota 9,000) e no aparelho bola pontuou 7,900 e se posicionou no sexto lugar. “Apesar de incipiente em Rondônia, a ginástica rítmica vai se fortalecendo”, disse a técnica Francimeire Lavareda. Os alunos-atletas rondonienses ainda beliscaram medalhas de bronze em outras modalidades. “Ficamos em quartos e quintos lugares na natação, no atletismo e no xadrez. Isso reflete a seriedade do trabalho realizado no esporte escolar de Rondônia”, disse o chefe de delegação das modalidades individuais, professor Expedito Santana. “As despesas de transporte rodoviário e aéreo para toda delegação foram custeadas pelo governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado de Educação”, destacou Expedito Santana. Secom - Governo de Rondônia – Paulo Sérgio